De acordo com um estudo realizado na London Business School, os pacientes que usam óculos e lentes de contacto são até 80% mais lucrativos do que os que usam apenas óculos.1 E os pacientes apreciam os conselhos profissionais sobre a forma como as lentes de contacto podem ser úteis em determinadas situações em que os óculos não são ideais.

Seeing Things Clearly: The Profitability of Contact Lenses to Eye Care Practitioners, o relatório do estudo da escola de administração de empresas, também revelou o seguinte:

  • Os pacientes que usam lentes de contacto e óculos são mais fieis ao seu profissional da visão
  • Pelo menos 60% dos pacientes que usam lentes de contacto também compram óculos ao seu profissional da visão

Atualmente, muitas pessoas ativas que executam multitarefas optam por dispor de opções de correção da visão mantendo lentes de contacto à mão juntamente com os óculos.

Mas os pacientes que usam óculos há muito tempo e nunca experimentaram lentes de contacto — ou que as experimentaram no passado mas não ficaram satisfeitos — podem não estar cientes dos avanços tecnológicos que tornam as lentes de contacto de hoje tão eficazes, confortáveis e fáceis de adaptar.

Iniciar a conversa sobre lentes de contacto

Uma vez que tem uma relação pessoal com cada um dos seus pacientes, é possível que já conheça os fatores sobre o estilo de vida deles que os tornam bons candidatos a terem tanto lentes de contacto como óculos.

Para estimular as suas ideias — e as dos seus pacientes — seguem-se algumas perguntas que pode fazer aos pacientes para ajudar a iniciar a conversa sobre algumas vantagens poucas vezes consideradas de ter lentes de contacto além dos óculos:

  • “Passa muito tempo a conduzir?”

As lentes de contacto ajustam-se à forma do seu olho, proporcionando-lhe um campo de visão mais amplo. Este campo de visão não obstruído pode ajudá-lo a conduzir de forma mais segura.2

  • “Gosta imenso de cozinhar em casa?”

Muitas pessoas dizem que sentem menos o desconforto habitual provocado pelo ardor de quem está a picar cebolas quando estão a usar as lentes de contacto.2

  • “Deseja mudar o seu aspeto para certas ocasiões?”

Os pacientes podem modificar a forma como as pessoas os veem alternando entre óculos e lentes de contacto. Algumas pessoas preferem óculos no trabalho e lentes de contacto nas horas de lazer. Outras optam pelas lentes de contacto para reforçar a sua confiança em eventos como palestras e reuniões.

  • “Gosta de fotografia como passatempo?”

A visão através de uma máquina fotográfica é muito melhor com lentes de contacto do que com óculos; também não há o perigo de riscar os óculos contra o visor.

  • “Gosta de correr regularmente ou de outro tipo de atividade desportiva?”

Durante a atividade física vigorosa, a transpiração pode fazer com que os óculos escorreguem e se soltem. As lentes de contacto mantêm-se no seu lugar, quer o utilizador esteja a correr, a fazer ioga ou outro exercício físico.

  • “Às vezes usa outros artigos de ótica para além dos seus óculos normais?”

As lentes de contacto podem ajudar os pacientes a evitar a necessidade de óculos de proteção graduados. Também podem ser usadas debaixo de óculos tridimensionais no cinema e de óculos de sol não graduados.

Após um hábito prolongado — às vezes ao longo de toda a vida — de usar apenas óculos, um paciente poderá nunca pensar sobre as potenciais vantagens das lentes de contacto. Mas você poderá ficar surpreendido com a abertura que esses pacientes demonstram relativamente às opções à sua disposição para cada uma das atividades a que se dedicam.

Inicie a conversa: as opções para os seus pacientes significam oportunidades para si.

1 Ritson M. Which patients are more profitable? Contact Lens Spectrum. March 2006;38-42.

2 Vision Care Research. 50 reasons for wearing contact lenses. Vision Care Research website. visioncareresearch.com/resources/50-reasons-to-wear-contact-lenses.asp. Acedido em 8 de agosto de 2016.