É importante que os olhos do seu filho sejam examinados regularmente. Afinal, a visão tem um papel essencial na forma como o seu filho aprende sobre o mundo. Mas com que idade se deve começar?

As crianças devem fazer o seu primeiro exame oftalmológico completo aos 3 anos. A menos que o oftalmologista dê outra sugestão, devem continuar a fazer exames oftalmológicos com intervalos de dois anos.

Os exames oftalmológicos no optometrista são importantes mesmo depois de o seu filho começar a escola e fazer rastreios visuais. Os rastreios visuais fazem testes à acuidade visual (clareza e nitidez), mas os olhos saudáveis não se resumem apenas a uma visão óptima.

Outras áreas de visão, como a visão cromática ou a focagem e o seguimento, podem apresentar problemas que não são submetidos a testes nos rastreios visuais.

Seguem-se mais sugestões para o ajudar a manter os olhos dos seus filhos saudáveis.

Observe como é que o seu filho olha para o que o rodeia tanto em casa como na escola. Alguns sinais que podem indicar a necessidade de um exame para despistar eventuais problemas de visão são:

Sentar-se demasiado perto da televisão ou do quadro. Quando as crianças têm dificuldade em ver, uma das primeiras formas de compensarem naturalmente esta situação consiste em aproximarem-se do que querem ver.

Estrabismo e outros sinais de desconforto. Os problemas de visão podem fazer com que as crianças entortem os olhos, esfreguem os olhos com frequência, serem invulgarmente sensíveis à luz ou inclinarem a cabeça quando olham para as coisas.

Dificuldade de coordenação. A coordenação mãos-olhos ou corpo-olhos durante as actividades físicas, como andar de bicicleta, pode resultar da dificuldade em ver correctamente.

Mostrar atenção ou interesse invulgarmente baixo. A baixa atenção ou a distração são traços distintivos dos problemas de défice de atenção (ADHD), mas estes mesmos sintomas podem estar relacionados com problemas de visão. Os problemas de visão na infância podem reduzir facilmente o interesse por actividades que impliquem ver ao perto como ler, pintar ou fazer puzzles.

A primeira consulta com o especialista

A primeira consulta do seu filho com um optometrista ou com qualquer médico pode ser desestabilizador. Criar boas expectativas é uma boa maneira de os tranquilizar. Algumas ideias para o conseguir:

  • Ler histórias em que os personagens vão ao especialista.
  • Descrever possíveis tarefas, como olhar para imagens ou escalas E.
  • Prepará-los para a possibilidade de necessitarem gotas nos olhos.
  • Explicar que não há respostas erradas às perguntas do optometrista.

Os bons hábitos de visão começam cedo. Procure um especialista para o seu filho ou peça ao seu profissional da visão mais sugestões.

Nada do que consta neste artigo deverá ser interpretado como um conselho médico, nem se destina a substituir as recomendações de um profissional de saúde. Para perguntas específicas, consulte o seu profissional da visão.

Mais artigos

Pesquise sobre os nossos produtos