A história das lentes de contacto e a forma como elas melhoraram a nossa vida são assuntos fascinantes, uma vez que muitas pessoas têm problemas de visão.

A correcção da visão é uma necessidade crónica em todo o lado. Aproximadamente 168,5 milhões de residentes nos EUA usam algum dispositivo correctivo como óculos ou lentes de contacto. Isso é mais de metade da população dos Estados Unidos!

Cada vez mais pessoas estão a optar por lentes de contacto para conseguirem ver melhor. Desde 1991, o número de utilizadores de lentes de contacto aumentou 4% por ano. As motivos para que cada vez mais pessoas usem lentes de contacto em vez de óculos são diversificados: desde o facto de terem um estilo de vida activo até razões estéticas.

Qual a função das lentes de contacto?

As lentes de contacto são pequenas lentes graduadas, usadas em “contacto” com o olho. São concebidas para corrigir erros refractivos e manter a saúde ocular. Flutuam na camada de película lacrimal na superfície da córnea.

As lentes de contacto modernas são muito mais do que pequenas lentes que se adaptam aos olhos. Funcionam de forma muito idêntica aos óculos — refratando e focando a luz para que os objetos apareçam nitidamente, porém, uma vez que se aderem ao líquido lacrimal na superfície do olho, movem-se naturalmente. Esta é apenas uma das vantagens das lentes de contacto em relação aos óculos.

Tipos de lentes de contacto

Há diferentes tipos de lentes de contacto. Estão disponíveis em formatos diferentes e são concebidas para satisfazer distintos objetivos. Podem variar quanto à sua “modalidade” ou a frequência com que as tem de mudar -diaria, quinzenal ou mensalmente. Adaptam-se também a diferentes necessidades de correcção visual: astigmatismo, miopia, etc.

As lentes de contacto podem ter diferentes potências ou “dioptrias”. Se usa lentes de contacto, poderá encontrar a sua graduação na caixa de lentes de contacto ou na respectiva receita. Verá sinais de mais ou de menos, seguidos de números. Sem aprofundar demasiado, estes refletem-se na forma das lentes. Formas diferentes corrigem problemas de visão diferentes.

As lentes tóricas corrigem o astigmatismo. As lentes esféricas corrigem a miopia e a hipermetropia. Há também lentes para monovisão, bifocais e multifocais.

A história das lentes de contacto

As lentes de contacto existem há muito mais tempo do que a maioria de nós pode pensar.

Juntamente com muitas outras comodidades da vida moderna, Leonardo da Vinci ideou o conceito de lentes de contacto em 1508. Em 1636, René Descartes levou essa ideia mais longe, desenhando uma lente de contacto saliente. Mais tarde, em 1801, um cientista chamado Thomas Young tornou-se o primeiro a usar uma lente de contacto, que se mantia no olho com cera!

Sim, fizemos grandes progressos no que respeita às lentes de contacto.

Lentes de contacto moles

Em 1971, a lente de contacto mole foi oficialmente introduzida, iniciando uma nova era face às lentes de contacto rígidas do passado.

Lentes de contacto diárias

A seguinte descoberta importante relativa às lentes de contacto teve lugar em 1988, altura em que foram lançadas as primeiras lentes descartáveis. Passariam oito anos até à introdução das lentes de contacto descartáveis diárias, em 1996.

Lentes de contacto de silicone-hidrogel

Agora temos lentes de silicone-hidrogel, que proporcionam maior conforto e podem ser usadas durante períodos mais longos em comparação com as suas predecessoras.

Lentes de contacto coloridas

Alguma vez desejou que os seus olhos fossem ligeiramente mais azuis do que a sua tonalidade natural? Agora pode consegui-lo— ainda que não precise de corrigir a visão.

Existem lentes de contacto cosméticas para intensificar ou mesmo mudar a cor dos seus olhos. Incluem-se aqui as lentes neutras ou de potência zero. No entanto, uma vez que as lentes de contacto são dispositivos médicos, deve falar com um profissional da visão antes de usar essas lentes de contacto de fantasia.

Parece que, sejam quais forem as suas necessidades de visão, agora temos lentes de contacto para as satisfazer.

Quais são as próximas novidades no mundo das lentes de contacto? Fique atento!

Nada do que consta neste artigo deverá ser interpretado como um conselho médico, nem se destina a substituir as recomendações de um profissional de saúde visual. Para perguntas específicas, consulte o seu profissional da visão.

Mais artigos

Pesquise sobre os nossos produtos